Pinta com belas cores

Arco-iris_2jpgAcordando

O dia claro vai vencendo o sono,
Aos poucos quebra a monotonia.
A vida é estérea mas inda está mono.
Não se ouve quase sua sinfonia.

Há lusco-fusco. Vê-se pouca cor.
Contudo a vida corre aos borbotões.
Existe agora, seja onde for,
Normais e inusitadas situações.

Pensaste quantos estão cochilando
no trem, no ônibus e no metrô?
O celular toca e vão tateando
até encontrar e dizerem: “alô!”

Também há gente indo trabalhar,
Ou indo ao médico atrás da saúde…
Há rosto alegre, rosto com pesar,
rosto clamando: “Por favor, me ajude”

A noite, há pouco, se foi. É manhã.
O sol chegou e forte alumia.
Há gente triste, com nenhum elã,
E há gente transbordando energia.

Já viste que a existência é colorida
Pra alguns? E outros não a acham boa?
Cada um põe cor e música na vida.
Alegre ou triste… na tua qual soa?

Tu sabes. Pinta, enfim, com belas cores
Teu dia,  usando gestos de grandeza.
Deixa tua marca, seja onde fores,
Marcas do bem, do justo e da beleza.

                                               17/07/2012, madrugada

Uma ideia sobre “Pinta com belas cores

  1. Primo faz tempo que quero dizer, estou encantado com o CD, vou escutando ele quando vou para o trabalho.
    Gosto de todas as músicas mas Descobrir novas belezas e Um dia o Amor são minhas preferidas. Abraço forte pra você e sua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *