Passarinho

A visita do pássaro à minha janela!Ouça  –  Cifra

João Batista Nunes Coelho

Hoje à tarde um passarinho
pousou na minha janela
Disse: “oi!” Eu respondi
e parei de trabalhar.
Perguntou: “Eu te atrapalho?”
Respondi: “Claro, que não!”
Ia de um lado pra outro
e eu fiquei pensando então:

Se as pessoas entre si também fizessem
Mais visitas simples, sem formalidades,
Haveria mais calor nos corações,
Menos frio e solidão existiriam.
Sendo simples, como são os passarinhos,
Bem mais longe as pessoas voariam.  

Eu pensei: se aí tu ficas
Saltitando e me olhando
Achas que nada de ruim
Há de lhe acontecer.
Como tu, muitas pessoas
São também simples assim,
Se visitam, como agora,
tu o fazes para mim.

Observava-me e trinava
Calmo como nunca vi,
Meneava a cabeça
Andava daqui pra ali.
De repente, disse: “tchau”
E voou o passarinho.
Eu fiquei sorrindo, grato,
E ele, seguiu seu caminho.

J.B.Nunes Coelho, 11/04/2006, terça feira